Guerra Ilustrada – a História através dos quadrinhos

Começando uma nova coluna aqui no Beco do Nunca. Eu sou o Marcos Almeida, um aficionado por filmes, séries, música, quadrinhos e tudo o mais que possa envolver uma fuga momentânea da realidade e me ingresse num universo desconhecido ou no mínimo diferente, trazendo mais conhecimento.

Entre meus gêneros literários de maior predileção temos Fantasia, Ficção Científica, Romances de época, Criminologia e História. Sobre este último, destacam-se as histórias de guerras, em especial a I e II Guerras Mundiais. E é justamente sobre estas que iniciarei a falar por aqui.

Sendo um apreciador do gênero Guerra e bibliófilo assumido, fui adquirindo dezenas de livros/filmes/documentários com o passar do tempo (chegando a ter mais de 300 livros apenas deste gênero), mas lendo pouco sobre o assunto. Tentando urgentemente melhorar isso, a fim de não me tornar um acumulador compulsivo, resolvi então que era chegada a hora de colocar em dia a leitura e decidi iniciar com algo, em teoria, mais rápido: quadrinhos e mangás.

Fiz a busca na minha biblioteca particular (aproximadamente 800 livros) e encontrei mais de 50 HQs e mangás (a imensa maioria não lidos) que têm suas histórias se passando nos anos das duas Grandes Guerras (1914-1918 e 1939-1945) – alguns, como “Gen Pés Descalços” chegam a extrapolar essa limitação temporal, perfazendo sua narrativa pelas décadas seguintes. Assim, decidi tirar o mês de janeiro para a leitura de todos esses quadrinhos e mangás que abordam essa temática.

Como são muitos e ainda farei a leitura de todos, inseri apenas uma leve descrição dos que lerei primeiro. Dedicarei meu tempo inicialmente a 23 deles: 4 HQs da I Guerra Mundial, 1 HQ única da II Guerra, 1 série de HQs e 2 séries completas de mangás também da II Guerra Mundial. Em duas semanas eu retorno com um review dos já lidos e a expectativa da leitura dos demais. Que essa prazerosa maratona se inicie!

Primeira Guerra Mundial:

  • Era a Guerra das Trincheiras, de Jacques Tardi (2011 – 128 páginas): mostra com realismo momentos pouco registrados nos livros de História, num clamor contra o horror da guerra qualquer guerra;
  • Guerra 1914-1918 – Julius Ckvalheiyro (2014 – 144 páginas): uma narrativa crua e realista em meio às crônicas de guerra desenhadas;
  • Ás Inimigo, Um Poema de Guerra, de George Pratt (1995 – 126 páginas): o maior piloto de combate alemão da Primeira Guerra Mundial, revive o horror de seus dias de luta.
  •  The Great War – Joe Sacco (2013 – 54 páginas – não traduzido): o aclamado jornalista Joe Sacco retrata os acontecimentos de 1 de julho de 1916 (Batalha do Somme) em 24 extraordinários panoramas.

Segunda Guerra Mundial:

  • Guerra 1939-1945, de Julius Ckvalheiyro (2011 – 136 páginas): seis histórias narradas sob o ponto de vista de personagens que participaram do conflito: soldados, pilotos de avião, kamikazes e prisioneiros de campos de concentração;
  •  Adolf, de Osamu Tezuka (2006 – 5 volumes – 1312 páginas): a história gira em torno de três personagens com o mesmo nome: Adolf Kaufmann, filho de um diplomata alemão e uma japonesa, Adolf Kamil, filho de humildes padeiros judeus, e Adolf Hitler;
  •  Zero Eterno, de Naoki Hyakuta e Souichi Sumoto (2015 – 5 volumes – 1080 páginas): jovem de 26 anos descobre que seu avô foi um piloto de caça Mitsubishi A6M Zero, morrendo em missão pelo Tokkotai, a esquadra de pilotos suicidas durante a Segunda Guerra Mundial;
  • War – Histórias de Guerra, de Garth Ennis e outros (2000-2006 – 8 Volumes – 800 páginas): série de histórias que sem passam na Segunda guerra Mundial – escrita por Garth Ennis e ilustrada por diversos artistas (está incompleta no Brasil).

____

Marcos Almeida é natural de São Luís do Maranhão, já passou dos 30 e tem dupla formação acadêmica (Direito e Publicidade e Propaganda). Dedica o tempo livre aos livros, filmes, seriados, música e a “não fazer nada” – função em que é especialista -, mas, às vezes, quando isso enjoa, ele gosta de falar e escrever sobre assuntos aleatórios.

Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *